Nayrinha Veloso deve deixar a Penitenciária Feminina nesta segunda-feira

A "amiga" de Fernanda Lages foi presa na última quinta-feira(15) após o juiz Antonio Noleto expedir um mandado de prisão temporária de cinco dias.

[ barrasdecaranova.com e GP1]
Fernanda Lages e Nayrinha(Imagem:Reprodução)Fernanda Lages e Nayrinha

Nayra Veloso, mais conhecida como Nayrinha, amiga da estudante Fernanda Lages Veras, que foi encontrada morta no dia 25 de agosto no prédio em obras do Ministério Público Federal, deve ser solta nesta segunda-feira (19), quando acaba o prazo de 5 dias da prisão temporária.

Nayrinha foi presa na quinta-feira (15) após a Polícia Federal solicitar a sua prisão e o juiz Antônio Noleto, da 1ª Vara do Tribunal do Júri expedir o mandado de prisão temporária. Ela foi presa após uma perícia realizada em Brasília constatar que Fernanda Lages esteve na obra antes de sua morte, com um homem, ainda não identificado, e Nayrinha.(Clique aqui e Veja a matéria). Ela ainda prestou vários depoimentos para a Polícia Federal e teria entrado em contradição.
Nayra Veloso, a Nayrinha.(Imagem:Reprodução)Nayra Veloso, a Nayrinha

Em depoimento após a sua prisão, Nayrinha negou que tivesse se encontrado com Fernanda em frente à obra do MPF e não revelou o nome do homem que estaria com elas. A mãe da jovem chegou a vir de Valença, onde mora e cidade natal de Nayrinha, para tentar convencer a jovem a falar o que sabe, mas ela não disse nada. Os promotores Ubiraci Rocha e Eliardo Cabral afirmam que Nayra é a chave para solucionar o que aconteceu com Fernanda Lages antes de sua morte.

“A Nayrinha se encontra hoje na seguinte situação, se ela falar o que sabe, ela permanece na condição de testemunha, se ela não falar o que sabe, o seu comportamento se caracteriza, primeiro, como falso testemunho que tem uma pena de reclusão de uma a três anos de multa, e no tocante há um possível homicídio, ela se coloca na condição direta de participação”, disse o promotor Ubiraci Rocha no programa Jornal do Piauí na sexta-feira (16).(Clique aqui e Veja a Matéria).

O promotor Eliardo Cabral disse acreditar que a prisão de Nayrinha vai ajudar na resolução do caso. “A prisão de Nayrinha é uma chave que vai destrancar as portas dessa investigação. Vamos descobrir a verdade nesse caso, que é o homicídio”, disse o promotor Eliardo Cabral.
Promotores Ubiraci Rocha e Eliardo Cabral(Imagem:Wanessa Gomes/GP1)Promotores; Ubiraci Rocha e Eliardo Cabral

Prisão


Após a prisão, Nayrinha foi encaminhada na tarde de quinta-feira (15), para o presídio feminino de Teresina. Ela está encarcerada no pavilhão B, na cela de triagem, isolada dos demais presos. Nayrinha está somente com a roupa que foi presa e mais outra muda de roupa. Ela fica proibida de receber a visita de familiares e não tem banho de sol durante o período de triagem. Somente após esse período, que dura de 8 a 15 dias, é que a presa é encaminhada para uma cela comum, onde recebe a vestimenta da penitenciária.(Clique aqui e Veja a Matéria)

A prisão de Nayra é para que ela diga quem era o homem que estava com ela e Fernanda em frente ao prédio do Ministério Público Federal. Eliardo Cabral afirmou que a jovem corre risco de morte e que se ela testemunhasse, entraria para o programa de proteção à testemunha.

Amizade de Nayrinha com Fernanda Lages

Nayra Veloso conhecia Fernanda Lages há poucos meses antes da sua morte. Ela seria uma das amigas que teria afastado Fernanda Lages da família. O promotor Eliardo Cabral afirmou que Nayra Veloso, em depoimentos, negou que aliciava mulheres, mas que apenas aproximava, através de encontros, homens e mulheres.
Nayrinha e Fernanda Lages(Imagem:Reprodução)Nayrinha e Fernanda Lage

Nayra foi uma das últimas pessoas a ver Fernanda Lages no dia da sua morte. Ela estava com a estudante quando foram para o “Bar Pernambuco”, na Zona Leste de Teresina e a última a se despedir da jovem antes dela ser encontrada morta algumas horas depois.
Reações: 

Postar um comentário

emo-but-icon

Follow Us

Hot in week

Recent

Comments

Side Ads

Text Widget

Connect Us

item